Início Moto GP MOTO GP – Resultado Final – GP da Holanda/Assen – 2016

MOTO GP – Resultado Final – GP da Holanda/Assen – 2016

30
Foto: MICHELIN
Foto: MICHELIN

E neste domingo tivemos uma corrida CAÓTICA em Assen (Holanda) pelo Mundial de Moto GP 2016. Mas caótica pra muitos, fantástica para outros! Após 14 voltas, a direção resolveu paralisar a etapa devido o acúmulo de água na pista! Quanto melhorou o tempo, 30 minutos depois, liberaram para a relargada (+12 voltas) e que ao meu ver, poderia ter sido adiada por mais algumas voltas.

Para os favoritos Dovi e Rossi, o drama foi completo. Algumas voltas após a relargada, Dovisioso que tentava atacar Rossi (líder), caiu. Pouco tempo depois foi a vez de Rossi ralar os joelhos e foi ao chão! Abriram então a porta para Marc Márquez e Miller (equipe independente). Mas o líder do mundial, Marc, não conseguiu segurar o ímpeto de Miller e perdeu a liderança da corrida! Claro, naquelas condições de tempo e pressão, o piloto da Honda nem pensou em contra-atacar.

Miller seguiu firme até cruzar a linha de chegada e a Holanda viu uma vitória inédita em seu território: Jack Miller – piloto que deu o pulo do gato, vindo direto da Moto3. Ainda, a 10 anos não tínhamos uma vitória de uma equipe independente, hoje foi a vez da Marc VDS Honda entrar para a história.

Mais atrás ainda tivemos a briga de Scott Redding da Pramac/Ducati com Pol Espargaró da Tech 3/Yamaha. E deu Redding que conseguiu ultrapassar Pol na penúltima volta. Seguidos de Andrea Iannone que fez mágica, já que caiu antes da paralisação.

O atual campeão Lorenzo fez corrida medíocre! Daquelas para apenas terminar. Pode ser que estivesse certo, mas no fim, deu graças a Deus pelo 10º lugar. E chegou “tão bem” graças as diversas quedas, incluindo de seu “companheiro” de equipe – Rossi.

E no final das contas, em corrida de chuva e caos na Holanda, quem acabou mostrando alguma coisa foram as equipes pequenas. Yonny Hernandez da Aspar/Ducati chegou a liderar entre a 3ª e 12ª volta, mas infelizmente caiu. Danilo Petrucci da Pramac/Ducati estava na ponta quando tivemos a bandeira vermelha, mas a direção de prova deixou valendo a classificação da volta anterior, assim Danilo ficou em 2º. Mas também, briga inútil, ambos caíram após a relargada.

Mas Marc é que acabou vitorioso, pensando no campeonato, com seu 2º lugar hoje! O piloto da Honda vai a 145 pontos, 24 a mais que Lorenzo e 42 a mais que Rossi.

E fica quela coceira atrás da orelha! Em uma corrida de chuva como essa, creio eu, que é o BRAÇO que que mais vale, ou seja, entre uma bela máquina e um bom BRAÇO, o segundo é o mais importante! Deixo então uma pergunta para gerar polêmica: “Qual o motivo de tantos pilotos de equipes pequenas e sem expressão sobressaírem hoje?”.

Faltou braço para Rossi, Dovi, Lorenzo? Qual foi o diferencial de Miller? De Redding? Pol Espargaró? E até mesmo Hernandez, Petrucci? Não sei, mas acho que pilotos até pilotos maravilhosos como Rossi, Dovisioso, Lorenzo, Marc acabam se acostumando (confortando) com as tecnologias e qualidade de seus equipamentos, e quando o caos aparece, me parece que ficam sem saber como se comportar. Para nossa reflexão!

RESULTADO FINAL

1 – Jack MILLER – Estrella Galicia 0,0 Marc VDS – Honda – 22’17.447
2 – Marc MARQUEZ – Repsol Honda Team – Honda – +1.991
3 – Scott REDDING – OCTO Pramac Yakhnich – Ducati – +5.906
4 – Pol ESPARGARO – Monster Yamaha Tech 3 – Yamaha – +9.812
5 – Andrea IANNONE – Ducati Team – Ducati – +17.835
6 – Hector BARBERA – Avintia Racing – Ducati – +18.692
7 – Eugene LAVERTY – Aspar Team MotoGP – Ducati – +22.605
8 – Stefan BRADL – Aprilia Racing Team Gresini – Aprilia – +23.603
9 – Maverick VIÑALES – Team SUZUKI ECSTAR – Suzuki – +26.148
10 – Jorge LORENZO – Movistar Yamaha MotoGP – Yamaha – +27.604
11 – Tito RABAT – Estrella Galicia 0,0 Marc VDS – Honda – +1’21.830
12 – Dani PEDROSA – Repsol Honda Team – Honda – +1’54.369
13 – Bradley SMITH – Monster Yamaha Tech 3 – Yamaha – 3 Voltas
ABANDONARAM:
Alvaro BAUTISTA – Aprilia Racing Team Gresini – Aprilia – 1 Volta
Michele PIRRO – Avintia Racing – Ducati – 7 Voltas
Valentino ROSSI – Movistar Yamaha MotoGP – Yamaha – 10 Voltas
Aleix ESPARGARO – Team SUZUKI ECSTAR – Suzuki – 10 Voltas
Andrea DOVIZIOSO – Ducati Team – Ducati – 11 Voltas
Danilo PETRUCCI – OCTO Pramac Yakhnich – Ducati – 11 Voltas
Cal CRUTCHLOW – LCR Honda – Honda – 0 Volta
Yonny HERNANDEZ – Aspar Team MotoGP – Ducati – 0 Volta

FOTOS

Veja algumas belas fotos do GP da Holanda de Motovelocidade (Fotos: MICHELIN):

PRÓXIMA ETAPA

A próxima batalha da MotoGP será na Alemanha em 17 de julho de 2016. Veja o calendário completo!

Marcelo Henrique Dias Abreu .·.

“Um Goiano, acolhido por Mineiros e apaixonado pela família e por esse SUL maravilhoso. Maluco e apaixonado por automobilismo (Fórmula 1, Stock Car, Turismo e as demais), o que não quer dizer especialista!” – Marcelo é o idealizador e um dos colunistas do Tomada de Tempo!