Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – Resultado Final – GP da China – 2016

FÓRMULA 1 – Resultado Final – GP da China – 2016

50
Foto: FOTO STUDIO COLOMBO / PIRELLI
Foto: FOTO STUDIO COLOMBO / PIRELLI

E pelo amor dos meus filhinhos!!!! Quer dizer, filhinhas! QUE CORRIDA foi essa do GP da China de Fórmula 1 2016? Não teve sono que durou, desde a largada e durante toda a prova. TUDO que poderia se imaginar não aconteceu e o improvável ocorreu! Muitas ultrapassagens, muitas disputas, aquela coisa BRIGADA mesmo! Hamilton largando em último, bico quebrado, Ferraris se tocando, chororô do Vettel via rádio a corrida inteira e por aí vai!

Tentarei, mas já adianto… É IMPOSSÍVEL descrever com detalhes toda a corrida! Portanto, VEJA AQUI os horários de reprises e ASSISTA! Aconteça o acontecer, ASSISTA!

LARGADA

A atenção total na largada se dava em cima de Hamilton – largando em último! A expectativa e a dúvida era apenas uma: quantos ele iria ultrapassar na primeira curva? Na primeira volta e se chegaria em 1º ou 2º. Mas… na verdade a largada de Hamilton foi complicada e acabou se envolvendo em um toque com o brasileiro Felipe Nasr. Hamilton destruiu seu bico e teve que entrar, já na primeira volta, nos boxes! Ainda teve seu assoalho danificado por ter passado por cima de partes do bico.

Kvyat, em largada absurdamente brilhante, aproveitou espaços dados pelas Ferraris na primeira curva e “assustou” o campeão Seb. Vettel (uiuiuiui) que jogou seu carro para cima de Kimi, que derrapou e teve seu bico destruído pelo carro de Kvyat.

Outros toque ocorreram e a quantidade de sujeira na pista, obrigou a direção da prova colocar o safety car na pista! Ricciardo, que largou em 2º e chegou a ultrapassar Rosberg na largada, teve um de seus pneus furados. A situação era tão dramática, que no momento da entrada do carro de segurança, tínhamos Vettel em 15º, Ricciardo em 17º, Raikkonen em 19º e Hamilton em 21º. Situação nunca vista na história deste país! (rsrsrs).

CORRIDA

Foto: FOTO STUDIO COLOMBO / PIRELLI
Foto: FOTO STUDIO COLOMBO / PIRELLI

O resumo da ópera é que Rosberg, seja por sua competência ou por azar de Hamilton, está sim com o CHAMPION MODE ligado! Focado e com objetivos claros: ser rápido, consistente e vencer! O que mudou de 2015 para agora e em especial na China, é que SIM, uma Mercedes voltou a ganhar, mas não foi sinônimo de chatice. GLÓRIA! GlÓRIA! Tudo o que acontecia na prova, tirava o foco do PILOTO, ROSBERG, MERCEDES, VENCENDO, SEM DIFICULDADE!

De qualquer forma, não podemos esquecer do feito pelo atual campeão Hamilton – O Luizinho! Punições por trocas de peças, problemas no treino classificatório e largou em último! Na largada, arrebentou seu bico no toque com Nasr, teve o assoalho do carango destruído pelos detritos do bico, parou nos boxes 200 mil vezes e trocou de estratégia outras tantas vezes. E ainda, CONSEGUIU recuperar 15 posições! E teria feito ainda mais se Felipe Massa não tivesse conseguido segurá-lo da forma que o fez.

“Foi muito difícil. Tive uma boa largada, o que é sempre difícil partindo do fundão. Tentei evitar quem estava à minha frente, mas acabei me enroscando com Nasr. Depois que lutei no meio do pelotão, mas sentia que toda vez que eu parava tinha de voltar novamente, estava ganhando terreno e no fim das contas não tinha pneus suficientes. As corridas são assim, mas não foi um grande fim. Espero seguir em frente” – disse Lewis Hamilton ao final da prova

E falando de Felipe Massa! A tempos não vimos uma atuação interessante! O brasileiro largou bem, ganhou algumas posições pelas batidas e entradas nos boxes dos demais, na 1ª volta já estava em 3º e com o problema de Ricciardo com o pneu esquerdo (o mesmo que complicou a vida de Massa por 2 vezes nos treinos), assumiu a segunda posição. Quando parou a primeira vez, colocou pneus macios e na última parada escolheu os médios, e com eles, conseguiu seu melhor desempenho. Quando apareceu Hamilton buzinando e piscando os faróis, achei que não duraria nem 2 curvas! Mas acabou conseguindo segurar com dignidade a Mercedes do atual campeão, inclusive nas avançadas com asa móvel ativada! Assim, conseguiu um merecido 6º lugar e diante do que tem apresentado a tempos, sim este foi merecido.

“Estou muito feliz. A corrida foi maravilhosa. Conseguimos um ritmo bom e principalmente cuidar dos pneus. A estratégia funcionou bem desta vez. Consegui fazer mais que o esperado com os pneus, comparada às outras equipes. Estou muito, muito feliz”. Sobre a luta com Hamilton, Massa destaca: “Eu sabia que a única forma dele ficar perto de mim era se o DRS estivesse funcionando. Teve uma volta onde ele errou na curva nove, passou meio reto e eu consegui fazer com que o DRS não funcionasse mais. Aí tentei abrir dele, vi que ele sofria um pouco com os pneus” – Felipe Massa em entrevista à Rede Globo.

Outros destaques, ao meu ver, fora as Ferraris e Reb Bulls. Vettel em 2º e principalmente Kvyat em 3º nos mostram que a briga deste ano está ficando a cargo da Mercedes, Ferrari e Red Bull. A Williams não demonstra nenhuma força contra a Red Bull, nem o bico “salvador” que Massa usou na 2ª etapa e que Bottas utilizou na China, funcionou! Mesmo com o problema no pneu de Ricciardo, o piloto conquistou o 4º lugar!

discussaopodio

E o que dizer de Kvyat? Agressivo, oportunista e um gigante em pista! Tanto que na largada, estava envolvido na polêmica com Vettel e Kimi. Vettel tem convicção de que seu toque em Kimi, deu-se pela invasão de espaço de Kvyat. O tetracampeão pediu desculpas milhões de vezes ao companheiro de equipe, mas na sala que antecede a entrada para o pódio, o alemão não mostrou os dentes para Kvyat. Pelo contrário, foi tirar satisfações com o mesmo. Veja um trecho da conversa:

Vettel: Você quer saber como foi a largada? Se eu não vou para a esquerda, você bateria em mim e nós três sairíamos da prova
Kvyat: Bem…
Vettel: Não, nada de “bem”. Você veio como um torpedo.
Kvyat: Bem, isso é corrida.
Vettel: Se eu permanecesse no traçado, teríamos batido.
Kvyat: Então não permaneça.
Vettel: Mas tinha um carro na esquerda também, por isso que bati.
Kvyat: Cara, por favor, né. Não tinha como ver os três carros. Só tenho dois olhos.
Vettel: Você vai acabar batendo se continuar pilotando assim.
Kvyat: Mas não batemos.
Vettel: É, você não bateu. Eu sei que é da corrida, mas, você precisa ter a noção de que quando tem muita gente ao redor, as coisas ficam difíceis. Você teve sorte desta vez.
Kvyat: Bem, eu estou no pódio e você também, então está tudo bem. (Neste momento com o tapinha nas costas de Vettel com muita ironia).

E até internamente (na equipe), Vettel não foi apoiado em sua atitude. Para Arrivabene: “Acredito que apontar o dedo para alguém não é correto. Kvyat estava fazendo sua corrida vindo na curva em alta velocidade, só que Vettel e Kimi estavam fazendo a mesma coisa naquela posição. Claro que se você quer defender sua posição você se move, mas infelizmente Kimi estava lá. Mas isso é corrida, não Monopoly, foi um acidente. Acredito que isso seja parte da corrida, mas é claro que quando seus dois pilotos colidem não é bom. O que mais posso dizer sobre isso?”.

Vettel, ao ser entrevistado declarou: “Obviamente, é difícil julgar o ponto de vista dele. A minha largada não foi tão boa e Kimi travou o pneu. Tentei entrar por dentro. Kvyat estava tentando fazer a mesma coisa comigo, vindo com muita velocidade para o espaço livre. Me assustei e tive que ir para a esquerda e me deparei com Kimi. É uma pena, porque você não quer os dois carros da mesma equipe se tocando. Felizmente, pudemos continuar”.

Já o Russo (Kvyat) respondeu: “Tive uma largada muito boa, e quando você vê espaço você vai para cima dele. Foi uma jogada arriscada, eu concordo com Vettel, mas esse tipo de manobra pode te dar o pódio. Estamos no pódio, por isso é bom. Eu vou continuar arriscando assim, as pessoas podem esperar isso de mim”.

De minha parte, a China mostrou que SIM, é possível uma F1 interessante e divertida! Uma F1 que não dá sono, mesmo nas loooongas madrugadas! Por isso, apoio sim as tentativas de deixar as coisas mais equilibradas. O novo formato de classificação naufragou, mas valeu a tentativa – mesmo acreditando que foi mais por culpa das equipes e pilotos que do formato. Mas o que realmente trouxe um pouco de MÁGICA nesta temporada é a questão das escolhas dos pneus com antecedência. Tem feito diferença nas estratégias e consequentemente nas corridas!

Veja como fora as trocas de posições na corrida, se é que dá para analisar algo (rsrs):

mudancas_posicoes

Veja também como foram as trocas de pneus, as equipes que melhor executou o procedimento. Parabéns a Williams, que pelo visto resolveu 1 problema de sua lista de pendências:

13043466_588990381257948_20

RESULTADO FINAL

1 – Nico Rosberg – Mercedes AMG
2 – Sebastian Vettel – Scuderia Ferrari – 37.776s
3 – Daniil Kvyat – Red Bull / Renault – 45.936s
4 – Daniel Ricciardo – Red Bull / Renault – 52.688s
5 – Kimi Raikkonen – Scuderia Ferrari – 1m05.872s
6 – Felipe Massa – Williams / Mercedes – 1m15.511s
7 – Lewis Hamilton – Mercedes AMG – 1m18.230s
8 – Max Verstappen – Toro Rosso / Ferrari – 1m19.268s
9 – Carlos Sainz – Toro Rosso / Ferrari – 1m24.127s
10 – Valtteri Bottas – Williams / Mercedes – 1m26.192s
11 – Sergio Perez – Force India / Mercedes – 1m34.283s
12 – Fernando Alonso – McLaren Honda – 1m37.253s
13 – Jenson Button – McLaren Honda – 1m41.990s
14 – Esteban Gutierrez – Haas Ferrari – 1 volta
15 – Nico Hulkenberg – Force India / Mercedes – 1 volta
16 – Marcus Ericsson – Sauber Ferrari – 1 volta
17 – Kevin Magnussen – Renault – 1 volta
18 – Pascal Wehrlein – Manor Racing MRT – 1 volta
19 – Romain Grosjean – Haas Ferrari – 1 volta
20 – Felipe Nasr – Sauber Ferrari – 1 volta
21 – Rio Haryanto – Manor / Mercedes – 1 volta
22 – Jolyon Palmer – Renault – 1 volta

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO – PILOTOS (com pontos)

1 – NICO ROSBERG – MERCEDES – 75
2 – LEWIS HAMILTON – MERCEDES – 39
3 – DANIEL RICCIARDO – RED BULL TAG HEUER – 36
4 – SEBASTIAN VETTEL – FERRARI – 33
5 – KIMI RÄIKKÖNEN – FERRARI – 28
6 – FELIPE MASSA – WILLIAMS MERCEDES – 22
7 – DANIIL KVYAT – RED BULL TAG HEUER – 21
8 – ROMAIN GROSJEAN – HAAS FERRARI – 18
9 – MAX VERSTAPPEN – TORO ROSSO FERRARI – 13
10 – VALTTERI BOTTAS – WILLIAMS MERCEDES – 7
11 – NICO HÜLKENBERG – FORCE INDIA MERCEDES – 6
12 – CARLOS SAINZ JR – TORO ROSSO FERRARI – 4
13 – STOFFEL VANDOORNE – McLAREN HONDA – 1

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO – CONSTRUTORES

1 – MERCEDES – 114
2 – FERRARI – 61
3 – RED BULL TAG HEUER – 57
4 – WILLIAMS MERCEDES – 29
5 – HAAS FERRARI – 18
6 – TORO ROSSO FERRARI – 17
7 – FORCE INDIA MERCEDES – 6
8 – McLAREN HONDA – 1
9 – RENAULT    – 0
10 – SAUBER FERRARI    – 0
11 – MANOR MERCEDES    – 0

PRÓXIMA ETAPA

E a próxima etapa será na Rússia em 01 de maio de 2016! Veja o calendário completo aqui!

FOTOS

Vejam as fotos do final de semana na China: