Início Stock Car STOCK CAR – Resultado Final – 1ª Etapa – Curitiba/PR – 2016

STOCK CAR – Resultado Final – 1ª Etapa – Curitiba/PR – 2016

86
Foto: Fernanda Freixosa / VICAR / Fotos Públicas
Foto: Fernanda Freixosa / VICAR / Fotos Públicas

E hoje tivemos a Corrida de Duplas pela 1ª etapa da Stock Car Brasil 2016. Onde? No nosso quase extinto Autódromo Internacional de Curitiba (Pinhais/PR). Estive lá no paddock para apreciar de perto a 1ª etapa do ano e a última da história de Curitiba.

E olha, sendo beeeem sincero, a maior motivação para criar este portal de notícias foi a de obter um espaço para desabafar e poder dar minhas opiniões sobre a Stock Car Brasil. No bom português, literalmente para “meter a boca” mesmo. Mas ao me envolver de forma mais aprofundada com o automobilismo em geral, vi que existem mais e mais variáveis neste mundo da velocidade. E sim, mudei. Hoje, em um retrospecto de minhas publicações, tenho a certeza de que elogiei e parabenizei mais que critiquei. E quão bom foi perceber isso!

E hoje, estou aqui para transmitir o MAIOR DE TODOS os OBRIGADOS a Stock Car Brasil e seus organizadores. Com a quase garantida desativação do Autódromo de Curitiba/Pinhais, a organização proporcionou a todos os presentes deste domingo diversos momentos de alegria e satisfação, mesmo quando o clima de tristeza tomou conta. Em especial, de mim. Sim, me apaixonei por este espaço, o autódromo se tornou extensão de mim e deste simples portal. PARABÉNS por terem deixado, ao menos os que estiveram em visitação dos boxes, entrarem na PISTA! Sim lá na tão sonhada e desejada LINHA DE CHEGADA. Ainda, estiveram por lá os fotógrafos oficiais da categoria para gravar na memória da humanidade este singelo momento, ou melhor, nossos momentos.

Ainda, no momento chorão, parabenizo também o programa PREMMIA da Petrobras que proporcionou uma grata surpresa aos que trocaram seus pontos por ingressos de ARQUIBANCADA e receberam, no final das contas, PASSES DE VISITAÇÃO. Isso foi fantástico, demais!

Durante a visita ao Paddock tive o prazer de encontrar Sérgio Maurício e Reginaldo Leme. Ainda, consegui uma foto com o grande Chicão Locutor. Fantástico!

CORRIDA

Agora, falando da corrida, uma maravilhosa prova com 32 carros e 64 pilotos (titulares e convidados). Disputada até o fim e com belas mudanças de posições quando os convidados assumiram a boleia. No final deu Marcos Gomes/Pizzonia, Khodair/Félix da Costa e Ricardinho/Salas. O mesmo trio vencedor da corrida de duplas de 2015 (Ricardinho, Marquinhos e Khodair).

Mas a definição da corrida ficou mesmo a cargo dos convidados e o que importou mesmo foi a experiência e agressividade. Marquinhos foi esperto, muito sábio ao convidar Pizzonia para a parceria – experiência não falta! Khodair com o colega Português e sua garra de sempre (autor de uma das mais belas ultrapassagens da corrida). Já Ricardinho aproveitou o sentimento de “faca nos dentes” e a necessidade de bom resultado de Guilherme Salas, que por sinal MANDOU muito bem. Quem deixou de patrociná-lo, perde a chance de aproveitar um grande profissional.

Mesmo com problemas ao final da corrida (obrigado a cumprir um drive-through por atitude anti-desportiva para cima de Lucas Di Grassi), Farfus, companheiro de Rubinho mostrou sua agressividade saudável e marcante nas corridas da DTM alemã. Fez bonito nos treinos, quando foi o melhor entre os convidados, assumiu o carro em 7º na corrida e logo estava em 4º. Uma pena. Mas bela prova do curitibano e boa parceria com o Ruba. Como não aguento segurar, digo que a punição foi injusta! Trata-se de uma corrida de stock, e toques… hummm… creio que são normais! Não consegui visualizar maldade por parte do Farfus. Mas…

Graças a punição dada após a corrida a Felipe Fraga/Rodrigo Sperafico, tivemos Daniel Serra/Danilo Dirani em 4º, seguidos por Ricardo Zonta/Laurens Vanthoor. Destaque para a dupla Átila Abreu/Nelsinho Piquet por largarem em último e conquistarem a 6ª posição em uma bela corrida de recuperação. Os pilotos da Shell Racing foram seguidos de Vitor Genz/David Muffato, Lucas Foresti/Luiz Razia, Diego Nunes/Dennis Dirani e Rafael Suzuki/Franco Vivian.

O campeonato fica assim:  MARCOS GOMES com 6 pontos, ALLAM KHODAIR com 5, RICARDO MAURÍCIO com 4 pontos e seguido de DANIEL SERRA (3), RICARDO ZONTA (2) e ÁTILA ABREU (1).

Marcos Gomes comemora os 6 pontos conquistados com a ajuda do amigo Pizzonia: “Ontem eu fui mal na classificação. Não dormi bem, chateado, mas hoje conseguimos dar a volta por cima. Fiz um bom início de corrida e depois o Pizzonia fez um trabalho excepcional”.

O companheiro deste domingo declarou: “Pena que é uma volta tão curta, de uma corrida só. Não poderia ter sido melhor, e só tenho a agradecer o convite do Marcos. Era uma responsabilidade muito grande, dividir o carro com o atual campeão da categoria na melhor equipe do último ano. Deu tudo certo. Estou feliz em poder ajudar”.

O segundo colocado, Allam Khodair se diz feliz, mas ao mesmo tempo triste: “É uma felicidade este resultado, mas também uma tristeza me despedir de um autódromo tão tradicional como o de Curitiba. Minha primeira corrida de carros foi aqui, e cheguei em segundo também. Acertamos novamente na escolha do parceiro, um cara que além de rápido traz muita harmonia ao box. Consegui fazer uma boa largada, economizei bastante no push para que ele tivesse no final. O resultado foi ótimo e agora temos de focar no campeonato”.

RESULTADO FINAL – CORRIDA DE DUPLAS

1º #80 Marcos Gomes/Antonio Pizzonia (Voxx Racing Team) – 46 voltas em 1h06min42s638
2º #18 Allam Khodair/Antonio F. Costa (Full Time Sports) – a 1s398
3º #90 Ricardo Mauricio/Guilherme Salas (Eurofarma RC) – 2s149
4º #29 Daniel Serra/Danilo Dirani (Red Bull Racing) – a 15s920
5º #10 Ricardo Zonta/Laurens Vanthoor (Shell Racing) – a 17s271
6º #51 Átila Abreu/Nelson Piquet Jr (Shell Racing) – a 17s947
7º #46 Vitor Genz/David Muffato (Eisenbahn Racing Team) – a 18a348
8º #12 Lucas Foresti/Luiz Razia (Full Time-ProGP) – a 18a731
9º #70 Diego Nunes/Dennis Dirani (União Química Racing) – a 19s320
10º #8 Rafael Suzuki/Franco Vivian (Vogel Motorsport) – a 23s034
11º #28 Galid Osman/Damián Fineschi (Ipiranga-RCM) – a 23s237
12º #5 Denis Navarro/Felipe Maluhy (Vogel Motorsport) – a 6s681
13º #110 Felipe Lapenna/Marco Cozzi (Hot Car Competições) – a 29s710
14º #21 Thiago Camilo/Lucas Di Grassi (Ipiranga-RCM) – a 30s236
15º #45 Fabio Carbone/Vicente Orige (Mico’s Racing) – a 31s269
16º #88 Felipe Fraga/Rodrigo Sperafico (Voxx Racing Team) – a 12s394***
17º #74 Popó Bueno/Beto Gresse (Cavaleiro Racing) – a 33s054
18º #65 Max Wilson/Vitor Meira (Eurofarma RC) – a 39s52s
19º #6 Alceu Feldman/Tarso Marques (Mico’s Racing) – a 44.749
20º #111 Rubens Barrichello/Augusto Farfus (Full Time Sports) – a 3 voltas
21º #66 Felipe Guimarães/Duda Pamplona (Full Time-ProGP) – a 6 voltas
22º #77 Valdeno Brito/Maxime Martin (TMG Motorsport) – a 6 voltas**
23º #26 Raphael Abbate/Nicolas Costa (Hot Car Competições) – a 7 voltas

NÃO COMPLETARAM
24º #1 Thiago Marques/Cesar Ramos (RZ Motorsport) – a 13 voltas
25º #7 Beto Cavaleiro/Sergio Jimenez (Cavaleiro Racing) – a 14 voltas
26º #4 Julio Campos/Allan Heillmeister (C2 Team) – a 17 voltas
27º #0 Cacá Bueno/Ricardo Sperafico (Red Bull Racing) – a 17 voltas**
28º #9 Guga Lima/Tuka Rocha (TMG Motorsport) – a 18 voltas
29º #83 Gabriel Casagrande/Marcio Campos (C2 Team) – a 23 voltas
30º #3 Bia Figueiredo/Beto Monteiro (União Química Racing) – a 27 voltas
31º #14 Luciano Burti/Felipe Giaffone (RZ Motorsport) – a 43 voltas
32º #63 Nestor Girolami/Franco Girolami (Eisenbahn Racing Team) – a 43 voltas
MELHOR VOLTA: Thiago Camilo/Lucas Di Grassi (21), 1:20.401 (165,4 km/h)
** #0 e #77 punidos com a perda de 20 segundos no tempo total de prova por irregularidade no procedimento de pit stop
*** #88 punido por atitude anti-desportiva

PRÓXIMA ETAPA

A Stock Car se despede em definitivo do Autódromo Internacional Curitiba e retorna aos trabalhos em Nova Santa Rita (RS) – Velopark, no dia 10 de abril de 2016. Veja o calendário completo!

FOTOS (Tomada de Tempo – Marcelo Henrique Dias Abreu .’.)

[Best_Wordpress_Gallery id=”47″ gal_title=”STOCK CAR – 1ª Etapa – Curitiba – 2016 – Parte 2″]

[Best_Wordpress_Gallery id=”48″ gal_title=”STOCK CAR – 1ª Etapa – Curitiba – 2016 – Parte 1″]