Início Fórmula 1 FÓRMULA 1 – LUTO! Morre o piloto Jules Bianchi

FÓRMULA 1 – LUTO! Morre o piloto Jules Bianchi

155
Jules Bianchi - Francês - 3 de agosto de 1989 - 18 de julho de 2015 (Foto: Facebook Oficial)
Jules Bianchi – Francês – 3 de agosto de 1989 – 18 de julho de 2015 (Foto: Facebook Oficial)

E o automobilismo MAIS uma vez está em LUTO! LUTO! Em especial a Fórmula 1! Vinte e um anos após a morte de Ayrton Senna (1994) e após 9 meses em coma, morre Jules Bianchi. O piloto francês de 25 anos sofreu acidente gravíssimo em uma prova tomada pela chuva no Japão em 2014. Uma série de erros, sequência absurda de falhas humanas e que culminaram, nesta sexta-feira (17/07/2015) em mais uma vítima deste negócio, deste mercado por vezes cruel e sem escrúpulos!

Jules pilotava seu Marussia e graças a baixa iluminação diante de tanta chuva, saiu da pista e colidiu com força no guincho que retirava a Sauber de Adrian Sutil. Bianchi sofreu uma lesão axonal difusa, passou por uma cirurgia e ficou internado desde então – passou um mês no Japão e depois foi transferido para Nice, na França, onde morreu hoje.

Foto: Facebook Oficial
Foto: Facebook Oficial

Após o acidente, a FIA tomou uma série de mudanças, incluindo mudanças nos horários das largadas nas pistas que não possuem iluminação artificial, as provas devem iniciar ao menos 4 horas antes do pôr-do-sol. Desta forma, 5 etapas tiveram seus horários antecipados em relação aos anos anteriores. Mais detalhes, clique aqui!

Bianchi chegou ao mundo em 03/08/1989, em Nice na França! Ainda criança começou a competir com Karts e aos 18 anos passou aos monopostos, tornando-se campeão da prestigiada Fórmula Renault 2.0 (fancesa) ainda em seu ano de estreia (cinco vitórias, 11 pódios e cinco poles). Ao longo da carreira conquistou a F3 europeia e foi vice na GP2 em 2010. Em 2011 iniciou um trabalho como piloto de testes da Ferrari e era considerado um dos grandes talentos da escuderia para o futuro. Em 2013, no GP da Austrália, fez sua estreia com a equipe Marussia. Disputou 34 GPs e tem como melhor resultado um nono lugar na etapa de Mônaco. Sua melhor posição  grid foi um 12º lugar no GP da Inglaterra de 2014.

O piloto tinha berço no automobilismo! O avô, Mauro Bianchi, foi tricampeão mundial de provas de GT e seu tio-avô, além de vencer as 24 Horas de Le Mans em 1968, participou de 17 corridas na Fòrmula 1 entre 1959 e 1968.

Abaixo a NOTA OFICIAL DA FAMÍLIA:

“É um com profunda tristeza que os pais de Jules Bianchi, Philippe e Christine, seu irmão Tom e sua irmã Melanie, anunciam a morte de Jules na noite da última quinta-feira no Centro Hospitalar Universitário de Nice, na França, onde estava internado desde seu acidente no Circuito de Suzuka, durante o Grande Prêmio do Japão, em 5 de outubro de 2014. Jules lutou até o fim, como sempre fez, mas ontem sua batalha terminou. Nós sentimos uma dor imensa e indescritível. Nós gostaríamos de agradecer a equipe médica do CHU de Nice, que o tratou com amor e dedicação. Também gostaríamos de agradecer a equipe do Centro Médico Geral de Mie, no Japão, que cuidou de Jules imediatamente após o acidente, assim como outros médicos que se envolveram na luta que ele enfrentou nos últimos meses. Também gostaríamos de agradecer aos colegas de Jules, seus amigos, seus fãs e todos que demonstraram seu afeto durante este período. Todos estes nos deram força para resistir a esses momentos terríveis. A leitura destas numerosas mensagens nos mostraram como Jules tinha cativado tanto afeto de tantas pessoas ao redor do mundo. Nós pedimos que todos respeitem nossa privacidade durante este período difícil, em que vamos tentar encarar a perda de Jules” – Famíla de Jules após seu falecimento.

Já a equipe MARUSSIA deixou a seguinte mensagem:

“Nós estamos devastados por perder Jules após uma batalha tão dura. Foi um privilégio tê-lo correndo pelo nosso time”.

Ficam aqui, meus sentimentos em relação à família e ao piloto! Que possamos sepre aprender mais e mais, para que erros e falhas fatais não se repitam! Utópico? Hummm… sim, utópico! Mas o que seria do ser humano sem a esperança!

TOMADA DE TEMPO em LUTO!